Joédson Alves/EFE
Joédson Alves/EFE

Em live de Bolsonaro, presidente da Caixa anuncia abertura de 75 agências em 3 meses

Segundo Pedro Guimarães, mais de 50 dessas agências serão abertas no Norte e Nordeste; anúncio vem depois do Banco do Brasil anunciar que vai fechar unidades e demitir funcionários

Anne Warth, Emilly Behnke e Daniel Galvão , O Estado de S.Paulo

28 de janeiro de 2021 | 19h50

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro anunciou a abertura de 75 agências da Caixa em todo o País nos próximos três meses. Em sua live semanal, Bolsonaro convocou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, que disse que mais de 50 dessas agências serão abertas no Norte e Nordeste, boa parte delas focadas no agronegócio e em municípios de mais de 40 mil habitantes. “Tudo foi aprovado pela diretoria no começo da semana”, disse Guimarães.

A investida da Caixa ocorre semanas depois do anúncio do Banco do Brasil, que decidiu fechar 112 agências e 361 postos de atendimento e abrir um plano de demissão voluntária para adesão de até cinco mil empregados. 

Incomodado com os planos do Banco do Brasil, Bolsonaro cogitou demitir o presidente da instituição financeira, André Brandão, em razão da repercussão no mundo político e da possibilidade de prejudicar a relação do governo com o Congresso às vésperas da eleição da presidência da Câmara e do Senado. Bolsonaro somente recuou por receio das reações no mercado contrárias a uma intervenção, já que o banco tem capital aberto e ações negociadas em bolsa.

A iniciativa da Caixa pode ser encarada como uma provocação ao Banco do Brasil, já que o agronegócio é um dos principais filões do BB, líder em crédito rural.

Na live, Bolsonaro deixou claro que algumas das agências serão abertas em Goiás a pedido do deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO). Haverá ainda novas agências em municípios do Maranhão, Ceará, Bahia, Pernambuco, Piauí, Pará e Mato Grosso, segundo o presidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.