Em meio à crise, Mantega e Meirelles adiam viagem aos EUA

Ministro da Fazenda passará o dia em contato com banqueiros e empresários e encontra Lula no fim da tarde

FABIO GRANER E FERNANDO NAKAGAWA, Agencia Estado

09 Outubro 2008 | 08h55

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, e o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, adiaram de quarta-feira para esta quinta à noite o embarque para Washington, onde participarão das reuniões anuais do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial. A informação sobre o adiamento da viagem de ambos foi confirmada pelas assessorias de imprensa tanto da Fazenda quanto do BC.   Veja também: Após socorro aos bancos, Lula deve ampliar apoio à agricultura Confira as medidas já anunciadas pelo BC contra a crise Entenda a disparada do dólar e seus efeitos Ajuda de BCs mostra que crise é mais grave, diz economista Especialistas dão dicas de como agir no meio da crise Entenda o pacote anticrise que passou no Senado dos EUA  A cronologia da crise financeira  Veja como a crise econômica já afetou o Brasil  Entenda a crise nos EUA  Segundo a assessoria de Mantega, o ministro passará o período da manhã desta quinta em São Paulo, mantendo contatos com banqueiros e empresários e, à tarde, com previsão inicial para as 16 horas, embarca para Brasília, onde terá um encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Depois desse encontro com Lula, Mantega embarcará em um jato da Força Aérea Brasileira (FAB) para Washington e deverá ser acompanhado por Henrique Meirelles. A participação de Meirelles no encontro de Mantega com Lula ainda não foi confirmada oficialmente no Banco Central. Mas assessores do BC informaram que a agenda de Meirelles nesta quinta está dividida entre São Paulo e Brasília.

Mais conteúdo sobre:
crise Mantega Meirelles FMI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.