Em meio a títulos da dívida, aves e tartarugas

Havia muito mais que papéis, registros em computador e títulos da Dívida Pública nas mãos dos alvos da Operação Grammata. A batida da Polícia Federal recolheu jóias, pedras preciosas - provavelmente esmeraldas -, uma arma e, ainda, aves e tartarugas. Os bichos estavam na residência de um investigado na cidade de Uruguaiana (RS). A PF elaborou Termo Circunstanciado de Ocorrência. Em Belo Horizonte, a PF cumpriu mandados de busca em uma residência no bairro Santa Maria e em um escritório na avenida Augusto de Lima, bairro Barro Preto.

Fausto Macedo, O Estado de S.Paulo

20 de janeiro de 2011 | 00h00

Foram apreendidos diversos títulos públicos, notas promissórias e outros documentos financeiros e contábeis. Em São Paulo, os federais inspecionaram 12 endereços de suspeitos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.