Sérgio Moraes/Reuters
Sérgio Moraes/Reuters

coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Em nota, Temer manifesta 'profundo agradecimento' à ex-presidente do BNDES

Comunicado foi divulgado menos de meia hora depois do presidente informar que não iria se manifestar sobre pedido de demissão

Carla Araújo e Tânia Monteiro, O Estado de S.Paulo

26 de maio de 2017 | 17h37

BRASÍLIA - Menos de meia hora depois de informar oficialmente que não se manifestaria sobre o pedido de demissão de Maria Silvia Bastos, a Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República divulgou uma nota para destacar que o presidente Michel Temer agradece o empenho da executiva frente ao banco de fomento. 

"O presidente da República, Michel Temer, manifesta seu profundo agradecimento a Maria Silvia Bastos Marques, que presidiu o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social de forma honesta, competente e séria por pouco mais de um ano", diz o texto.

Em meios às críticas nos bastidores da classe empresarial de que a executiva estava fazendo uma gestão dura no banco, ampliando a dificuldade de acesso ao crédito, a nota ressalta que o trabalho de Maria Silvia "honrou o governo e moralizou um setor estratégico para o País".

Segundo a nota de Temer, a executiva atuou "despolitizando a relação com o setor empresarial e elegendo critérios profissionais e técnicos para a escolha de projetos a serem contemplados com financiamentos oriundos de recursos públicos", afirma. "Deixará como legado um modelo a ser seguido em toda máquina pública", completa.

Temer esteve com Maria Silvia nesta sexta-feira, às 14h30, numa reunião que foi incluída posteriormente em sua agenda. Logo após, o BNDES divulgou um comunicado oficial informando sobre a saída da executiva.

O diretor de operações indiretas, Ricardo Ramos, responderá interinamente pela presidência do banco. Ramos é funcionário de carreira da instituição de fomento.

Em comunicado interno distribuído há pouco aos funcionários, Maria Silvia informa que toda a diretoria, que chegou ao banco junto com ela há cerca de um ano, seguirá no cargo.

"Informei pessoalmente ao presidente Michel Temer a minha decisão de deixar a presidência do BNDES", diz Maria Silvia, em comunicado interno. 

Aos funcionários do BNDES, Maria Silvia alegou motivos pessoais para renunciar. "Deixo a presidência do BNDES por razões pessoais, com orgulho de ter feito parte da história dessa instituição tão importante para o desenvolvimento do País".

Tudo o que sabemos sobre:
BNDES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.