Tony Winston/Agência Brasília/Fotos Públicas
Tony Winston/Agência Brasília/Fotos Públicas

Em novo reajuste, preço da gasolina cai 1,7% e do diesel, 2%

Essa é a terceira queda consecutiva desde o dia 7 e a quinta desde que a empresa anunciou a nova política de revisão de preços, em curtos intervalos de tempo

Fernanda Nunes, O Estado de S.Paulo

10 Julho 2017 | 12h51

RIO - A Petrobrás anunciou novo corte dos preços da gasolina e do óleo diesel, que passam a valer a partir desta terça-feira, 11. A gasolina ficou 1,7% mais barata e o óleo diesel, 2%. Essa é a terceira queda consecutiva desde o dia 7 e a quinta desde que a empresa anunciou a nova política de revisão de preços, em curtos intervalos de tempo, no dia 30 de junho. Desde então, a Petrobrás reajustou os valores seis vezes. Apenas em uma delas, para cima, no dia 4 deste mês, em 1,8% e 2,7%, para a gasolina e o diesel, respectivamente.

Com a nova política, a Petrobrás espera acompanhar as condições do mercado e enfrentar a concorrência de importadores. A estatal perdeu participação de mercado no primeiro semestre, por conta de competidores, que estavam trazendo combustíveis mais baratos do exterior, aproveitando o momento de recuperação de margens, adotado pela estatal. Com isso, as refinarias da Petrobrás estavam trabalhando com menores patamares de utilização da capacidade, o que significa que o custo de produção de cada litro estava saindo mais caro para a companhia.

++ Em menos de 24h, Petrobrás anuncia novo reajuste nos combustíveis

Em vez de esperar um mês para ajustar seus preços, a Petrobrás agora avalia todas as condições do mercado para se adaptar, o que pode acontecer diariamente. Além da concorrência, na decisão de revisão de preços, pesam as informações sobre o câmbio e as cotações internacionais. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.