Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Em um mês, IGP-M salta de 0,63% para 0,88%

Preços em alta no atacado levaram à aceleração do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), que saltou de 0,63% para 0,88% da segunda prévia de janeiro para igual prévia em fevereiro. Usado para reajustar o aluguel, o indicador já atinge na segunda prévia taxa maior do que a de todo mês de janeiro (0,79%), pressionado por commodities mais caras no atacado - que puxarão para cima a inflação dos alimentos no varejo, no médio e longo prazos. Em 12 meses, o IGP-M acumula alta de 11,18%.

ALESSANDRA SARAIVA, O Estado de S.Paulo

19 de fevereiro de 2011 | 00h00

Entre os principais destaques de alta na inflação atacadista, que acelerou de 0,60% para 1,07% de janeiro para fevereiro, estão os aumentos de minério de ferro (5,37%), milho em grão (8,93%) e algodão em caroço (16,28%). Os analistas da consultoria Tendências, Thiago Curado e Alessandra Ribeiro, projetam uma alta de 0,98% no IGP-M para o mês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.