Coluna

Fabrizio Gueratto: como o investidor pode recuperar suas perdas no IRB Brasil

Em uma semana, mercado reduz projeção do PIB pela metade

Segundo analistas ouvidos pelo BC, expectativa de crescimento da economia em 2009 caiu de 1,20% para 0,59%

Fábio Graner

16 de março de 2009 | 09h01

Depois do decepcionante PIB do último trimestre de 2008, o mercado reduziu fortemente as projeções para o desempenho da economia neste ano. De acordo com a pesquisa Focus, divulgada há pouco pelo Banco Central, a mediana das estimativas de crescimento do PIB em 2009 passou de 1,20% para 0,59%.

Foi a segunda queda consecutiva nessa projeção, que há um mês estava em 1,50%. Para 2010, o mercado acredita ainda em retomada do nível de atividade, mantendo a projeção de crescimento em 3,50%.  

 

Veja também:  

linkMédia de comércio exterior até março é 22% menor que a de 2008

linkMantega diz que Brasil tem 'bala na agulha' e cita juros altos

linkMeta do G-20 é restaurar crédito e comércio global, diz Lula

linkLições de 29

linkComo o mundo reage à crise especial

linkEspecialistas dão dicas de como agir no meio da crise

linkDicionário da crise especial 

 

O mercado também enxerga um ano difícil para a produção industrial em 2009, com a previsão passando de 0,04% negativo para uma queda de 1,59%. Há um mês, os analistas trabalhavam com crescimento de 1,50% para este indicador. Para 2010, o mercado manteve o cenário de alta de 4% na produção industrial brasileira.

Inflação

A pesquisa ainda indica uma redução na projeção para o IPCA em 2009. A mediana das previsões para a inflação oficial em 2009 recuou de 4,57% para 4,52%. Esta é a segunda queda consecutiva no indicador, que há quatro semanas estava em 4,69%. Para 2010, o mercado manteve a previsão em 4,50% pela 41ª semana seguida. Os analistas também reduziram a previsão para o IPCA nos próximos 12 meses, pelo critério suavizado, que passou de 4,45% para 4,34%, sendo a quinta redução seguida. Há um mês, a projeção era de 4,63%.

Tudo o que sabemos sobre:
PIBpesquisa Focus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.