coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Embaixada não comenta declarações de O´Neill

A Embaixada dos Estados Unidos em Brasília informou hoje que não tinha nenhuma orientação do governo dos EUA para comentar as declarações do secretário do Tesouro americano, Paul O´Neill. No início da tarde, O´Neill disse que fará oposição a uma elevação da assistência do FMI ao Brasil alegando que o nervosismo dos últimos meses do mercado financeiro é resultado de preocupações políticas e não econômicas. Pela manhã, no programa Bom Dia Brasil, da TV Globo, a embaixadora dos EUA , Donna Hrinak, atribuiu a turbulência no mercado brasileiro ao "nervosismo dos mercados em geral". "Para uma pessoa que está voltando para o Brasil depois de 15 anos fora, eu vejo todos os esforços que o Brasil tem feito, especialmente nos últimos oito anos, para criar uma estabilidade econômica e uma maturidade política. Na realidade, não vejo por que os mercados estão reagindo assim. Eu vejo, no Brasil, um time econômico que toma as decisões certas, no momento certo. Na realidade eu acho que tem que se atribuir ao nervosismo do mercado em geral", afirmou a embaixadora.

Agencia Estado,

21 de junho de 2002 | 17h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.