Embaixador diz que é hora de ajudar Argentina

O embaixador do Brasil na Argentina, José Botafogo Gonçalves, disse que é "perfeitamente compreensível" a hesitação do FMI em conceder mais um empréstimo ao governo argentino, em decorrência da crise que o país atravessa. "É um problema grave, que vem se acumulando; estrutural. O Fundo tem sua dose de responsabilidade", disse o embaixador. Para ele, o que deve ser feito agora é ajudar a Argentina a formular um programa que permita restabelecer o fluxo de recursos, tanto do Fundo, quanto da comunidade internacional.Em entrevista ao programa Bom Dia Brasil, da TV Globo, Botafogo Gonçalves disse que espera que o afastamento dos Estados Unidos da Argentina seja momentâneo. "O governo argentino, pelo que já pude apreciar, está fazendo um tremendo esforço para recuperar o seu diálogo com a comunidade internacional. O presidente Fernando Henrique Cardoso tem tido um papel preponderante nessa ajuda da comunidade internacional com a Argentina e eu creio que os Estados Unidos devem mudar de atitude para poder ajudar um país importante para os nossos interesses e também para a comunidade internacional", afirmou.Na avaliação do embaixador brasileiro com a mudança que já ocorreu no regime cambial e monetário na Argentina existem condições para se montar um programa sustentável de recuperação da economia, mesmo com o grande descontentamento popular, que é inevitável. José Botafogo Gonçalves disse que, no encontro do presidente Fernando Henrique Cardoso com o presidente argentino, Eduardo Duhalde, no dia 17 de fevereiro, serão discutidas outras formas de ajuda do governo brasileiro ao país vizinho. Botafogo acredita que o presidente Duhalde tem adotado a melhor política de dizer a verdade à população. "O país está em crise, há risco de guerra civil, mas vamos trabalhar para que isso não ocorra. Não tem alternativa. O fato é que existe uma grave crise e a verdade é sempre a melhor política". Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.