Embaixador dos EUA diz que liderança do Brasil é fato

O embaixador dos Estados Unidos no Brasil, John Danilovich, disse nesta manhã, durante o 18º Fórum da Liberdade, que apenas "ouviu falar" da indisposição Argentina com o Brasil, mas "a liderança brasileira é um fato, uma realidade na região e no mundo", declarou aos jornalistas. Sobre a Área de Livre Comércio das Américas (Alca), Danilovich disse que o compromisso assumido pelo ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, com a secretária de Estado norte-americana, Condoleezza Rice, na semana passada, assegura a prioridade do governo brasileiro com o bloco.Segundo o embaixador o encontro, ontem, em Paris, de Amorim com o ministro do Comércio Rob Portman, durante a reunião do Conselho de Ministros da OCDE, também sinaliza a retomada de um novo calendário para a Alca.John Danilovich sinalizou que pode ser importante a coincidência entre um sinal verde do governo brasileiro às negociações da Alca e o empenho dos países desenvolvidos para a redução dos subsídios agrícolas na Rodada Doha da Organização Mundial do Comércio. ChávezEm relação à Hugo Chávez, Danilovich declarou que a força das relações comerciais dos Estados Unidos com o hemisfério Sul e com o Brasil é maior do que o impacto negativo que o presidente venezuelano, possa causar.Perguntado sobre a cúpula entre empresários da América do Sul e dos países da Liga Árabe, que ocorrerá em Brasília, nos próximos dias 9, 10 e 11, Danilovich disse que o encontro será muito importante para os dois continentes, e que é importante que o evento colabore com o Mapa da Paz, o processo de paz entre israelenses e palestinos "que tem conseguido grandes avanços mas que ainda é muito delicado", declarou o embaixador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.