Embargo à soja será resolvido na próxima semana, prevê Rodrigues

O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, afirmou que o embargo imposto pela China à soja brasileira será revisto. "Minha convicção é que o assunto estará resolvido na próxima semana", afirmou. Ele contou que a missão do governo brasileiro que embarca hoje para a China apresentará vários argumentos técnicos para sustentar o pedido de revisão do embargo.Rodrigues enfatizou que a China trata o assunto de forma oficial como uma questão técnica. "Nós estamos levando todos os argumentos técnicos para que o assunto seja resolvido", afirmou. O ministro disse que a missão brasileira será recebida entre segunda e quarta-feira por autoridades chinesas.Integram a missão o secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Maçao Tadano, o assessor para assuntos internacionais da secretaria, Odilson Ribeiro e o médico toxicologista e consultor da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), Flávio Zambrone.AgendaJá no domingo, dia 20, às 11h30 no horário local, o grupo reúne-se com o embaixador do Brasil na China, Afonso Celso Ouro Preto. Nesse encontro, serão confirmados os horários das reuniões da semana. Na segunda-feira, 21, o grupo deve ser recebido por autoridades do Ministério da Quarentena. Na terça-feira, 22, a reunião deve ser com o Ministério da Agricultura e na quarta-feira, novamente com a Quarentena. Na terça ou quarta, o grupo será recebido por autoridades do Ministério do Comércio. Além disso, relatou Rodrigues, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode entrar em contato, por telefone, com autoridades chinesas. "O presidente está preparando um chamado aos líderes do governo chinês para colocar seu interesse em que o assunto seja resolvido rapidamente", afirmou o ministro. Rodrigues relatou que uma ligação para a China "é uma complexa, que depende de negociação entre os ministérios das Relações Exteriores dos dois países". "Mas hoje ou amanhã o assunto será tratado", disse.

Agencia Estado,

18 de junho de 2004 | 14h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.