Embraer: aeronaves 190 e 195 devem sofrem modificações

As aeronaves comerciais da Embraer 190 e 195 também devem passar por modificações nós próximos anos que devem permitir economia de combustível, a exemplo do que ocorreu com o E175, afirmou o presidente da Embraer Comercial, Paulo Cesar Silva. Ele salientou, porém, que a redução não deve atingir os 6,4% obtidos no E175.

LUCIANA COLLET, Agencia Estado

12 de março de 2014 | 11h41

Silva explicou que as mudanças não devem incluir a nova ponta de asa, chamada em inglês de wingtip, porque este seria um processo mais demorado, e as novas versões ficariam prontas em um prazo muito próximo ao da nova geração de jatos. Somente a mudança da asa foi responsável por 3,4% de economia.

Além da mudança na asa, o E175 recebeu alterações aerodinâmicas e otimização de outros sistemas.

Tudo o que sabemos sobre:
Embraeraeronaves comercias

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.