seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Embraer comemora decisão da OMC

A Embraer divulgou nota à imprensa para expressar sua satisfação pela decisão da Organização Mundial do Comércio (OMC), divulgada hoje, de dar ao Brasil o direito de retaliar o Canadá por mecanismos de financiamentos irregulares concedidos à Bombardier, principal concorrente da empresa brasileira no mercado internacional. "Fica, portanto, claro para o mundo que o Canadá, transgressor das normas da OMC, não corrigiu os seus mecanismos de financiamento para se adequar às práticas legais daquela Organização", disse o diretor-presidente da Embraer, Maurício Botelho, segundo a nota.O valor solicitado pelo Brasil, de US$ 3,36 bilhões será, conforme as regras da OMC, objeto de arbitragem. Para Botelho, mais importante que o valor foi a decisão da OMC, favorável à retaliação. "Está de parabéns a diplomacia brasileira por ter alcançado o reconhecimento da OMC a mais esse relevante fato, no caminho de assegurar condições equânimes de competição no mercado internacional", declarou Botelho.

Agencia Estado,

24 de junho de 2002 | 18h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.