Embraer confirma que recebeu pedido de 6 jatos da China Southern

A Harbin Embraer divulgou nota anunciando a venda de seis jatos ERJ 145 para a China Southern Airlines. O contrato marca o primeiro pedido feito por uma empresa aérea chinesa à Harbin Embraer Aircraft Industry Co. Ltd. (HEAI), uma joint venture entre a Embraer, a Harbin Aircraft Industry Co. Ltd. (HAI) e a Hafei Aviation Industry Co. Ltd. (HAFEI), ambas controladas pela China Aviation Industry Corporation II (AVIC II). Pelo acordo, as entregas devem começar em junho de 2004 e se estenderão até janeiro de 2005. "Estamos muito satisfeitos por ser o cliente lançador da Harbin Embraer Aircraft Industry Co. Ltd.. O ERJ 145 é uma aeronave atraente que se encaixará bem em nossa frota e estrutura de rotas. O avião terá um papel importante no desenvolvimento do negócio da China Southern", diz na nota da Embraer Yan Zhiqing, presidente da China Southern Airlines Group of Companies e Chairman da China Southern Airlines Company Ltd. O negócio da Embraer com a companhia aumenta a frota de ERJ 145 na China para 11 aeronaves. "Desde 2000, cinco destes aviões são operados pela Sichuan Airlines, controlada pela China Southern." A Embraer diz ainda que, em recente estudo mercadológico, estimou a demanda total da China por aeronaves regionais no segmento de 30 a 120 assentos em 635 unidades entre 2004 e 2023.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.