Embraer contesta declarações da Bombardier sobre BNDES

A Embraer divulgou comunicado no qual questiona declarações do CEO da Bombardier, Paul Tellier, durante discurso proferido no dia 17 de fevereiro, à comunidade empresarial de Montreal, no Canadá. Segundo a empresa brasileira, o executivo afirmou que, ao longo dos últimos três anos, o Export Development Corporation (EDC) financiou em média 41% das entregas totais de aviões da Bombardier, enquanto o BNDES teria financiado em média 80% das entregas totais da Embraer, no mesmo período. A Embraer contesta a participação atribuída ao BNDES, dizendo ser de, no máximo, 51% dos financiamentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.