Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Embraer: demanda por ações supera expectativas

A demanda pelas ações da Embraer superou a expectativa do mercado na operação de oferta global realizada pelos sócios da companhia. Os acionistas Bozano, Sistel, Previ e BNDESPar decidiram oferecer ao mercado a participação em ações preferenciais (PN, sem direito a voto) que detinham na empresa. Serão colocados 67 milhões de papéis, acima dos 60 milhões previstos inicialmente. Desse total, 11,5% serão destinados ao mercado brasileiro e 88,5% ao exterior. A oferta ainda pode ser ampliada em 10 milhões de ações, se houver mais procura. O preço das ações preferencias da Embraer na operação, anunciado na quarta-feira, dia 13, será de R$ 23,25. Definido o valor, a colocação dos papéis deve ocorrer no prazo de dois dias úteis, a contar de ontem - a liquidação financeira será feita em 19 de junho. O Morgan Stanley é o coordenador da operação."O sucesso da colocação provou que o mercado, principalmente dos investidores estrangeiros, é bastante comprador do papel", concluiu o HSBC Investment em relatório enviado aos seus clientes ontem.A oferta irá elevar a liquidez das ações preferenciais da Embraer. Na avaliação dos analistas Paschoal Paione e Renato Prado, da Fator Doria Atherino, esse fator é benéfico para a companhia "devendo impactar positivamente a formação de preço". Após a operação, a empresa terá em mercado 56% de suas ações preferenciais, acima dos 47% registrados atualmente, segundos dados divulgados ontem em relatório da Fator Doria. Esse porcentual é chamado de "free float" no jargão do mercado.Reação do mercadoOs papéis da Embraer, que vinham sofrendo quedas, reagiram em alta ao resultado da oferta. Na quarta-feira, os preferenciais encerraram o dia com ganho de 4,26%, para R$ 24,50. As ações ordinárias (com direito a voto) também mostraram variação positiva. Ao final do pregão, a alta foi de 4,22%, para R$ 19,25.No acumulado do ano, os papéis da Embraer mostram desempenho bem superior ao Ibovespa - Índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Desde janeiro, os PN já avançaram 34,62%, enquanto o índice está próximo da estabilidade em relação ao ano passado, com ganho de apenas 0,94%.Na quarta-feira, as ações PN da companhia foram responsáveis pelo oitavo maior volume financeiro de negócios na Bovespa. Os papéis giraram R$ 24,553 milhões. A diferença de preços entre as ações ordinárias e preferenciais, o chamado "spread", deve aumentar após a operação. Como vai ganhar maior volume no mercado, as PN tenderão a mostrar valorização mais elevada, segundo analistas de mercado. Mas, como estão ligados, os papéis mantém a mesma tendência de preços.

Agencia Estado,

15 de junho de 2001 | 08h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.