Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Embraer é avaliada como "grau de investimento" pela Moody´s

Avaliada pela primeira vez em sua história, a Embraer obteve, nesta semana, o conceito de empresa de risco moderado, segundo a Moody´s, uma das agências de classificação de risco mais conceituadas do mundo. A avaliação que mostra que a Embraer é confiável para o crédito externo - o que significa grau de investimento (investment grade) - inclui a fabricante em um pequeno grupo de empresas com o mesmo conceito. Neste seleto time estão a Vale do Rio Doce e a Petrobrás. A agência deu a mesma nota para as dívidas da empresa em moeda estrangeira.A empresa conseguiu esta avaliação depois de provar a qualidade de seus fundamentos financeiros. Os conceitos atribuídos pela Moody´s refletem a posição da Embraer na indústria aeroespacial mundial. As classificações de risco também incorporam os benefícios da crescente da brasileira no mercado mundial de aviões comerciais, principalmente diante da boa aceitação no mercado da nova famílias de jatos Embraer 170/190.Com a nota "Baa3" - três acima da nota da dívida externa do governo brasileiro - a empresa vai conseguir empréstimos com mais facilidade e obter juros menores a partir de agora. Com os credores exigindo menos juros, a Embraer terá mais tranqüilidade em pagar os empréstimos e poderá investir mais em desenvolvimento de aeronaves e tornar-se ainda mais competitiva no mercado mundial. A canadense Bombardier, principal concorrente da Embraer, não tem esta avaliação.

Agencia Estado,

20 de dezembro de 2005 | 18h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.