FAB/ Reprodução
FAB/ Reprodução

Embraer e Força Aérea estudam desenvolvimento de nova aeronave leve de transporte militar

Estudo busca identificar alternativas e soluções para atender às necessidades operacionais da FAB, especialmente na região Amazônica

Beth Moreira, O Estado de S.Paulo

19 de dezembro de 2019 | 21h17

A Embraer e a Força Aérea Brasileira (FAB) assinaram nesta quinta, 19, um memorando de entendimento que permite viabilizar o estudo de um potencial desenvolvimento para uma nova aeronave leve de transporte militar. Segundo a fabricante, o estudo busca identificar alternativas e soluções para atender às necessidades operacionais da FAB, especialmente na região Amazônica, em pistas extremamente curtas, estreitas, não pavimentadas, desprovidas de infraestrutura e em localidades remotas.

Segundo a Embraer, o estudo buscará também explorar alternativas na aplicação de novas tecnologias para atender demandas extremas da FAB, como diferentes arquiteturas de sistemas, soluções inovadoras de plataforma, propulsão hibrida-elétrica, entre outras.

"A FAB, que recebeu em 2019 as primeiras unidades do KC-390 Millennium, avião de transporte militar tático multimissão, busca com este estudo complementar e modernizar sua capacidade de transporte nos segmentos inferiores, visando atender as necessidades do País", afirma a empresa. O estudo buscará cobrir também o atendimento às demandas atuais do mercado global.

Pelo acordo firmado, a Embraer realizará os estudos de mercado para desenvolvimento da nova aeronave enquanto a FAB compartilhará a experiência que possui na operação de aviões nesse segmento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.