Embraer e Telebrás criam empresa de tecnologia espacial

Visiona Tecnologia Espacial terá capital social dividido entre a Embraer, que terá 51%, e a Telebrás, que terá 49%

Agência Estado,

29 de maio de 2012 | 16h26

SÃO PAULO - A Embraer e Telebrás assinaram hoje acordo para a criação da Visiona Tecnologia Espacial, empresa cujo capital social será 51% da Embraer e 49% da Telebrás. A Visiona participará do Programa Nacional de Atividades Espaciais (PNAE), conforme Memorando de Entendimento anunciado em novembro de 2011.

Segundo comunicado da Embraer ao mercado, o objetivo inicial da empresa é atuar no Satélite Geoestacionário Brasileiro para atender às necessidades de comunicação satelital do Governo Federal, incluindo o Programa Nacional de Banda Larga e um amplo espectro de transmissões estratégicas de defesa.

A Visiona terá sede no Parque Tecnológico de São José dos Campos, São Paulo, onde também assumirá o papel de líder do Centro de Desenvolvimento de Tecnologias Espaciais, atuando em parceria com entidades de ensino e pesquisa aeroespacial do País e acelerando a capacitação do setor espacial brasileiro.

Notícias relacionadas
    Mais conteúdo sobre:
    VisionaEmbraerTelebrás

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.