Sérgio Castro/Estadão
Sérgio Castro/Estadão

Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Embraer entrega 54 aviões no 3º trimestre

Empresa entregou de 29 jatos para o mercado de aviação comercial, alta de 38% sobre igual período de 2015, e na aviação executiva, 25 jatos, queda de 17%

Luana Pavani, O Estado de S.Paulo

14 de outubro de 2016 | 10h15

SÃO PAULO - A Embraer realizou no terceiro trimestre deste ano entrega de 29 jatos para o mercado de aviação comercial, um aumento de 38% sobre igual período de 2015, quando eram 21 aeronaves. Já na aviação executiva, foram 25 jatos, queda de 17% em relação ao terceiro trimestre de 2015 (30 jatos). Entretanto, nesse grupo ocorreu entrega de 12 jatos de grande porte, número 33% maior que no mesmo período do ano passado.

Em 30 de setembro, a carteira de pedidos firmes a entregar (backlog) somava  US$ 21,4 bilhões, 6% menor que a de US$ 22,8 bilhões registrada ao final do terceiro trimestre de 2015.

No consolidado do ano até setembro, o total de entrega é de 150 aeronaves, acima das 143 em igual período do ano passado.

Em comunicado, a empresa destaca neste trimestre a venda de até dez aeronaves E190-E2 para a indonésia Kalstar Aviation, metade em pedidos firmes e metade em opções de compra, e após o anúncio feito na feira Farnborough Airshow foram adicionados cinco direitos de compra ao contrato. A Embraer também lembrou que no período assinou carta de intenções com a israelense Arkia para até dez jatos E195-E2, no valor estimado de US$ 650 milhões, e encomenda de até cinco aeronaves E190 pela Colorful Guizhou Airlines, da China, a preço lista de US$ 249 milhões.

O total de pedidos firmes a entregar na carteira da aviação comercial em 30 de setembro de 2016 é de 479 aeronaves.

Já na aviação executiva outra chinesa foi citada pela fabricante brasileira, a Colorful Yunnan, com dois Phenom 300 programados para serem entregues no final do ano. 

Tudo o que sabemos sobre:
SÃO PAULOEmbraerChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.