Embraer estima entregar até 215 jatos em 2008

A Embraer estima entregar em 2008 entre 195 e 200 jatos para os mercados de aviação comercial, executiva e de defesa e governo (companhias aéreas estatais e transporte de autoridades), além de 10 a 15 Phenom 100 no mesmo período. Já para o ano de 2009, a empresa prevê entregas entre 195 e 200 aeronaves, juntamente com 120 e 150 jatos Phenom 100 e Phenom 300. As projeções foram feitas nos dias 13 e 14 de novembro, durante encontro anual de analistas e investidores, em São José dos Campos (SP).DemandaA Embraer prevê uma demanda global de 7.450 jatos com capacidade de 30 a 120 assentos nos próximos 20 anos, resultando em negócios da ordem de US$ 235 bilhões em vendas de aeronaves novas. A empresa projeta entregas de 3.150 jatos entre 2008 e 2017, e os restantes 4.300 jatos entre 2018 e 2027.A companhia estima que o mercado de transporte aéreo mundial crescerá cerca de 4,9% ao ano de 2008 a 2027, com a China apresentando a maior taxa de crescimento entre as regiões (7,5% ao ano). A América Latina, o Oriente Médio, Ásia-Pacífico, Rússia e África deverão crescer cerca de 5,5% ao ano, e mercados mais desenvolvidos, como Europa e América do Norte, deverão crescer a taxas de 4% ao ano.Na aviação executiva, a Embraer estima uma demanda mundial de 13.150 jatos nos próximos dez anos, totalizando US$ 201 bilhões. Se considerada a demanda do novo mercado de táxi aéreo, outras 3.500 a 4.400 aeronaves poderão ser adicionadas ao segmento Very Light Jet (VLJ). Os produtos da Embraer para os segmentos de jatos Very Light e Light, o Phenom 100 e o Phenom 300, foram lançados em maio de 2005. Em maio de 2006, a Empresa adicionou ao seu portfolio o jato executivo Lineage 1000, da categoria ultra-large, baseado na plataforma do jato comercial EMBRAER 190.

ALINE CURY ZAMPIERI, Agencia Estado

16 de novembro de 2007 | 09h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.