Embraer fecha acordo com chinês CDB Leasing de US$ 2,2 bi

Negócio envolve o financiamento de aeronaves e tem como foco o desenvolvimento da aviação regional na China

Agência Estado,

11 de dezembro de 2009 | 08h22

A Embraer assinou acordo com o chinês CDB Leasing no valor de até US$ 2,2 bilhões para o financiamento e leasing de aeronaves nos próximos três anos. De acordo com comunicado, o foco do acordo é o desenvolvimento da aviação regional na China. "Nosso acordo com o CDB Leasing leva a expertise, a capacidade e a reputação de um banco global para apoiar nossos clientes no mercado de aviação regional da China e mundial com uma qualidade e criatividade sem paralelo" diz, em nota, o vice-presidente de financiamento de vendas da Embraer, Paulo César Silva.

 

Conforme o comunicado, a Embraer indicará possíveis clientes para o CDB Leasing, que também poderá considerar a compra direta de aeronaves da fabricante brasileira para futuras oportunidades de leasing.

 

O CDB Leasing, cujo predecessor foi a Shenzhen Financial Leasing, foi reestruturado como uma instituição financeira não bancária pelo China Development Bank.

Tudo o que sabemos sobre:
EmbraerCDB Leasingnegócios

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.