Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Embraer fecha contrato de US$ 140 milhões em exportação

A Embraer fechou nesta quarta-feira, na Suíça, um contrato para a exportação de jatos no valor de US$ 140 milhões. O acordo, firmado com a empresa aérea JetBird, inclui a entrega de 50 jatos Phenom 100 em 2009. Os suíços ainda ficaram com a opção de compra de outras 50 aeronaves que, se concretizado, resultaria em um contrato de US$ 280 milhões. Porém, segundo o presidente da companhia brasileira, Maurício Botelho, a valorização do real frente ao dólar pode afetar a capacidade da empresa em investir nos próximos anos. A empresa suíça, que acaba de ser criada, usará os jatos para realizar vôos de baixo custo na Europa para executivos, um novo nicho de mercado. Segundo o presidente da Jetbird, Domhnal Slattery, o jato brasileiro é "superior" a outras aeronaves no que diz respeito ao "espaço e conforto". Além disso, a aeronave da Embraer é projetada para permanecer em solo um tempo mínimo, "contribuindo para reduzir custos operacionais". Segundo Botelho, a Embraer deverá entregar 145 jatos neste ano resultado de seus contratos fechados nos anos anteriores. "Nossa receita será um pouco superior à do ano passado, quando atingimos US$ 3,8 bilhões. Mas nossos investimentos serão inferiores a 10% dessa receita e deverão permanecer em cerca de US$ 280 milhões", explicou o presidente da empresa. "Poderíamos investir mais se o real não estivesse tão forte. Estamos sendo severamente afetados pelo câmbio", concluiu.

Agencia Estado,

03 de maio de 2006 | 15h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.