Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Embraer/Divulgação
Embraer/Divulgação

Embraer fecha parceria para desenvolver mercado de ‘carros voadores’ na América Latina

Subsidiária para os veículos elétricos de decolagem e pouso vertical, a Eve, desenvolverá setor junto com a Flapper, plataforma de aviação sob demanda

Niviane Magalhães, O Estado de S.Paulo

22 de julho de 2021 | 11h35

São Paulo -  A empresa de soluções aéreas urbanas Eve, da Embraer, e a Flapper, plataforma independente de aviação privada sob demanda, anunciaram uma parceria com o objetivo de desenvolver o mercado de Mobilidade Aérea Urbana (UAM) na América Latina. O acordo servirá como prova de conceito para futuras operações regionais do veículo elétrico de decolagem e pouso vertical (eVTOL) da Eve, também conhecido no mercado como EVA (Aeronave Elétrica Vertical, em português).

A Eve espera fornecer à Flapper até 25.000 horas de voo por ano nas principais cidades da América do Sul como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte (Brasil), Santiago (Chile) e Bogotá (Colômbia), e na Cidade do México (México). 

As partes planejam promover um sistema de reservas sob demanda para o segmento, utilizando operações com helicópteros a fim de coletar dados para o futuro desenvolvimento da EVA. Este contrato tem o potencial de trazer até 25 veículos elétricos de decolagem e pouso vertical (EVA) da Eve para a plataforma da Flapper.

“O alcance regional da Flapper, combinado com sua disruptiva tecnologia sob demanda, torna a empresa um parceiro ideal para a expansão de nossas operações na América Latina. Isso, somado à operação do veículo aéreo de emissão zero da Eve, permitirá a democratização do mercado de UAM para novos parceiros e mercados-chave, como Brasil, México, Colômbia e Chile”, afirma Andre Stein, presidente e CEO da Eve. 

“Seis das dez maiores frotas de helicópteros urbanos estão na América Latina, e a região atualmente possui a infraestrutura mais densa do mundo para este tipo de aeronave”, destacou Paul Malicki, CEO da Flapper.

A implantação de aeronaves da Eve na rede Flapper está sujeita à celebração de contratos finais definitivos entre as partes. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.