bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Embraer não comenta planos da Varig mas elogia linha do BNDES

A Embraer evitou comentar os planos da nova Varig de adquirir 50 aviões da fabricante brasileira. Executivos da Variglog, nova controladora da Varig, estiveram na quarta-feira na sede do BNDES para pedir um financiamento para a compra, estimada em cerca de US$ 2 bilhões. A empresa informou que tem por tradição "não comentar possibilidades de negócios".A Varig deverá utilizar uma nova linha do banco, criada especialmente para financiar a venda de aviões da indústria aeronáutica brasileira para as companhias aéreas nacionais. A linha prevê financiamento de até 85% do valor de cada avião, com spread de 1% (abaixo da média cobrada pelo BNDES) e correção de 90% pela TJLP e os 10% restantes em dólar."A Embraer vê com satisfação a ação do BNDES voltada para a implantação de linhas de financiamento e instrumentos financeiros que favoreçam a aquisição, por empresas aéreas brasileiras, de aeronaves fabricadas no Brasil", disse a Embraer, em nota.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.