Covid-19

Bill Gates tem um plano para levar a cura do coronavírus ao mundo todo

Embraer: sindicato quer reintegração de demitidos com lesões

Cerca de 200 pessoas teriam algum tipo de lesão ou doença ocupacional quando empresa cortou 4,2 mil

Agência Estado

11 de março de 2009 | 09h36

O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos vai entrar, na próxima semana, com uma representação no Ministério Público do Trabalho pedindo a instauração de um inquérito civil público para a reintegração de todos os funcionários com lesões que foram demitidos pela Embraer.   Veja também: De olho nos sintomas da crise econômica  Dicionário da crise  Lições de 29 Como o mundo reage à crise   Em nota em sua página na Internet, o Sindicato diz que cerca de 200 demitidos com algum tipo de lesão ou doença ocupacional já o procuraram desde o dia 19 de fevereiro, quando a Embraer anunciou a demissão de 4.270 trabalhadores. Ontem, uma assembleia realizada na sede do Sindicato reuniu os lesionados para orientar os trabalhadores. O Sindicato convidou representantes da Delegacia Regional do Trabalho (DRT) e do INSS para participarem da assembleia, mas eles não compareceram.A partir de segunda-feira, dia 17, as Secretarias de Saúde e Organização de Base do Sindicato iniciam o atendimento individual de cada lesionado. Serão atendidos quatro metalúrgicos por dia. As informações serão integradas ao inquérito que pedirá a reintegração dos trabalhadores. No caso dos trabalhadores lesionados, a Convenção Coletiva da categoria garante estabilidade até a aposentadoria, diz o Sindicato. Uma Comissão de Trabalhadores foi formada durante a assembleia e auxiliará o Sindicato no trabalho de atendimento aos lesionados.Uma caravana de demitidos da Embraer sairá nesta sexta-feira, dia 13, de São José dos Campos para Campinas. Os trabalhadores irão acompanhar a audiência de conciliação entre a Embraer e os Sindicatos dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Botucatu. A caravana está sendo organizada pelo Sindicato. A audiência está marcada para as 9h.

Tudo o que sabemos sobre:
Embraerdemissões

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.