Embraer terá novo concorrente na aviação regional

A empresa russa especialista em aviação militar Sukhoi está preparando o lançamento de uma família de aviões regionais para concorrer diretamente com a Embraer, que até hoje tinha como concorrente apenas a canadense Bombardier. ?O primeiro avião, de 95 lugares estará voando em 2006", disse o vice-diretor geral da Sukhoi, Vadim Razumovsky.Segundo ele, a Siberian Airlines será a empresa lançadora da nova família de aviões. A Sukhoi está participando da Exposição Aeroespacial Internacional de Farnborough, e a nova família de aviões tem sido um dos destaques da estratégia de divulgação da empresa russa.Razumovsky diz que a Sukhoi achou que a Embraer e a Bombardier estavam "muito confortáveis" nesse mercado e explica que a empresa russa quer aproveitar a sua tecnologia e a sua "sólida experiência em aviação militar".A empresa está desenvolvendo três modelos dentro dessa nova família de aviões, com 60, 75 e 95 lugares. A empresa americana Boeing está associada ao projeto, especialmente na área de design da aeronave, segundo Razumovsky. Também está sendo negociada a associação da fabricante de aviões Hindustan Aeronautics Limited, da Índia.Falta de financiamento prejudica mercado de aviaçãoO mercado de aviação começa a dar sinais de que está se recuperando depois de três anos de recessão, mas a falta de financiamento para compra de aeronaves ainda é aguda. "Hoje a limitação (do mercado) é mais de financiamento do que de demanda. Está melhorando, mas a curto prazo, 2004, não deve chegar nem perto do que foi. Só a médio prazo deve se recuperar", disse o vice-presidente executivo da Embraer, Frederico Curado, depois de ter anunciado novos negócios da empresa, na Exposição Aeroespacial Internacional de Farnborough, que começou nesta segunda-feira, na Inglaterra.Em 2000, os recursos para financiamento de aviões no mercado americano chegavam a US$ 7 bilhões.No ano passado, tinham encolhido para US$ 1,7 bilhão e, de acordo com Curado, o aperto seguiu esse padrão também no resto do mundo. A previsão de especialistas do setor é que, neste ano, o volume de financiamento chegue perto de US$ 2 bilhões.Novos negóciosA Embraer anunciou a venda de 11 aviões para três companhias. Segundo estimativas do mercado, o valor total da venda deve ficar em US$ 220 milhões. Existe a expectativa de que a Embraer ainda anuncie novos negócios nesta feira, que termina no próximo fim de semana.A Exposição de Farnborough é realizada a cada dois anos. Nesta edição, mais de 1,3 mil indústrias, representando 32 países de todo o setor de aviação, estão apresentando seus produtos e novas tecnologias. Estão sendo esperados mais de 300 mil visitantes até o fim da semana, e os organizadores dizem que a Exposição de Farnborough é o maior evento do setor no mundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.