carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Embrapa mostra modelo de rastreamento a Stephanes

Técnicos da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) apresentaram hoje ao ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, um novo modelo de rastreamento de bovinos desenvolvido em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Segundo representantes de ambas as instituições, o sistema atende às exigências cada vez maiores dos mercados consumidores de carne, nacional e internacional, e, caso seja amplamente adotado pelo ministério e pelos pecuaristas, pode contribuir para aumentar a eficiência do processo de rastreamento de bovinos no País. Com base em software livre, o sistema é acessível a todos os atores envolvidos na cadeia produtiva da carne bovina brasileira.A "Plataforma Tecnológica Web para o Sistema Agropecuário de Produção Integrada", ou e-SAPI/Portal Pecuário, como é chamada, comporta todas as informações de interesse do processo de rastreamento, tais como as relativas a normas, saúde animal e segurança sanitária, além de dados sobre cotações dos animais no mercado, lista de frigoríficos, laboratórios aptos a análises específicas e artigos sobre o tema. Oferece aos pecuaristas portal de boas práticas de produção, no qual os produtores podem se inspirar com vistas à certificação da sua propriedade. O e-SAPI permite a adoção de sistemas diversos de gerenciamento de propriedade ou a migração de dados de um sistema já utilizado pelo proprietário. A identificação e a história de cada animal, inseridas no sistema, contendo dados desde seu nascimento até seu abate, incluindo informações como raça, sexo, peso e idade, e as relativas aos cuidados recebidos e a toda a sua movimentação facilitam não apenas o gerenciamento do gado por parte dos pecuaristas mas também o trabalho de fiscalização sanitária e de controle do trânsito dos animais. As informações são da assessoria de imprensa da Embrapa.

FABÍOLA SALVADOR, Agencia Estado

25 de fevereiro de 2008 | 18h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.