Embratel culpa celulares por parte do prejuízo de R$ 59 milhões

A Embratel fechou o primeiro semestre com um prejuízo de R$ 59,6 milhões, resultado que contrasta com o lucro de R$ 139 milhões obtidos no mesmo período do ano passado. O presidente da operadora, Jorge Rodriguez responsabilizou empresas de celular por parte do prejuízo.Segundo ele, a dificuldade das operadoras celulares de cobrar as contas de seus clientes vem prejudicando a Embratel. A empresa deveria receber uma tarifa cada vez que o assinante da operadora utilizasse o código 21 para fazer uma chamada pelo celular.A Embratel negocia com as operadoras para reverter esse problema e Rodriguez lembrou que até hoje a companhia ainda paga a tarifa de interconexão por esse serviço a essas celulares. "A Embratel pagou a interconexão, mas poderia não pagar", disse. O balanço divulgado hoje é o último da Embratel ainda sob a tutela da norte-americana MCI. Nesta sexta-feira, o grupo mexicano Telmex formaliza em Nova York a compra da operadora brasileira deve anunciar os novos conselheiros da companhia após uma assembléia na sede da empresa no Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.