finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Embratel era representada pela Palau, diz Guerreiro

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Renato Guerreiro, reafirmou que a Palau Telecomunicações S.A. é a empresa pela qual a Embratel pretendia participar dos leilões das licenças para operação do Serviço Móvel Pessoal (SMP) nas bandas C, D e E. "Não tenho o documento, mas o presidente da Embratel, Jorge Rodrigues, falou comigo ao telefone que a Palau era a empresa pela qual a Embratel participaria dos leilões", afirmou Guerreiro ao ser questionado sobre notícias de que a Embratel teria negado qualquer relação com a Palau. A Palau chegou a depositar as garantias no dia 23 de janeiro na Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia, em São Paulo. Mas, ontem, não compareceu à sessão pública da comissão de licitação da Anatel para apresentar suas propostas de preços. Por isso está fora da disputa pelas licenças do SMP.

Agencia Estado,

02 de fevereiro de 2001 | 14h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.