Embratur organiza evento na Argentina para lucrar com visita do papa

Pontífice virá ao Rio de Janeiro, mas companhia tenta capitalizar em Buenos Aires

Marina Guimarães, da Agência Estado,

19 de julho de 2013 | 15h50

BUENOS AIRES - A visita do papa Francisco ao Brasil não passará em branco para os fiéis argentinos que não puderem viajar. As emissoras locais de televisão prometem transmissões ao vivo e o governo da cidade de Buenos Aires vai instalar um telão em frente à Catedral, na Praça de Mayo, onde trabalhou o ex-cardeal Jorge Bergoglio, durante anos.

Em outro ponto da cidade, na Praça do Vaticano, ao lado do histórico Teatro Colón, quem vai tentar capitalizar o evento com a popularidade do papa argentino será a Embratur.

A Empresa Brasileira de Turismo vai instalar um mega-telão para transmitir toda a programação da visita ao vivo, intercalada com inúmeros shows e atividades religiosas. O festival terá início às 18h30 da terça-feira, 23, e só termina no domingo, 28.

O espaço preparado pela Embratur terá capacidade para 6 mil pessoas que poderão ver, gratuitamente, shows dos brasileiros Zeca Baleiro e Paulinho Moska e do argentino Kevin Johansen, além de grupos de forró, baião, samba, chorinho e pop.

Tudo o que sabemos sobre:
Papa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.