Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Emergentes devem compensar desaceleração dos EUA, diz BCE

O presidente do Banco Central Europeu(BCE), Jean-Claude Trichet, afirmou nesta quinta-feira que adesaceleração do ritmo de crescimento da economianorte-americana deve ser compensada, em boa parte, pelodesempenho dos países emergentes. Trichet disse ainda, em entrevista coletiva, que a inflaçãona zona do euro deve permanecer acima de 2 por cento norestante do ano. "A comitê diretor (do BCE) vai monitorar muito de pertotodos os desdobramentos dos dados que formam nossa base deanálise, de maneira firme e em tempo adequado", afirmou opresidente do BC europeu. Nesta quinta-feira, o BCE decidiu manter em 4 por cento ataxa básica de juro da região. No início de agosto, o BCEchegou a indicar que a taxa poderia ser elevada, mas diante dapiora das condições dos mercados financeiros, analistaspassaram a projetar a manutenção do juro, o que foi confirmadonesta quinta.

REUTERS

06 de setembro de 2007 | 10h09

Tudo o que sabemos sobre:
MACROBCETRICHET

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.