Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Emília: maior desafio da Anatel é massificar banda larga

A funcionária da presidência do Senado Emília Ribeiro, indicada pelo presidente da República para integrar o Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), afirmou hoje - em exposição inicial na Comissão de Serviços de Infra-Estrutura, onde está sendo sabatinada - que o maior desafio do órgão regulador é o de contribuir para a massificação da oferta do serviço de internet em banda larga. Ela não mencionou diretamente o fato de que um dos principais temas em pauta na agência, neste momento, é a votação da proposta de revisão do Plano Geral de Outorgas (PGO), que permitirá a concretização da compra da Brasil Telecom pela Oi.Emília Ribeiro destacou que, embora o número de acessos à banda larga tenha aumentado em torno de 40% nos últimos anos, a proporção desses acessos ainda é baixa: 5 por 100 habitantes. A funcionária do Senado destacou a "atuação do governo federal no resgate de uma discussão acerca do papel das agências reguladoras dentro da administração pública, reforçando os processos de trabalho com os ministérios setoriais, que precisam ser exercitados entre os corpos técnicos e diretivos desses órgãos."Ela disse ainda, sem citar expressamente a proposta de revisão do PGO, que "é louvável a interação entre o Ministério das Comunicações e a Anatel na colocação em consulta pública de diversas questões críticas para a evolução do marco regulatório do setor."Segundo Emília, "graças ao esforço da Anatel, foram aportados, nos últimos dez anos, R$ 196 bilhões, entre investimentos diretos e valores pagos por concessões, que se converteram numa moderna e ampla infra-estrutura."Observou também que, nos últimos 10 anos, subiu de 17 milhões para 40 milhões o número de acessos individuais à telefonia fixa, o que corresponde "a uma densidade superior a 20 telefones fixos para cada 100 habitantes."

ISABEL SOBRAL, Agencia Estado

20 de agosto de 2008 | 16h57

Tudo o que sabemos sobre:
telecomunicaçõesAnatelinternet

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.