Emirados dizem que Opep não mira preço para petróleo

O ministro do Petróleo dos Emirados Árabes Unidos disse neste sábado que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) não tem um preço específico ou está estabelecendo um preço para o petróleo, depois de o grupo decidir manter o teto de sua produção em 30 milhões de barris ao dia. "O mercado irá ditar o preço sustentável e estável correto e nós não estamos mirando ou estabelecendo um preço específico", afirmou Suhail Mohamed Faraj Al-Mazrouei. Os comentários foram feitos em sua conta do Twitter.

Estadão Conteúdo

29 de novembro de 2014 | 08h42

Al-Mazrouei disse também que "precisamos dar tempo suficiente para que o mercado se estabilize e não entraremos em pânico". O ministro acrescentou que os países da Opep irão compensar qualquer queda na oferta mundial de petróleo, uma vez que os produtores do cartel continuam tendo preços mais competitivos do que os produtores não convencionais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.