Emissão de cheque pré-datado cresce 2,08% em maio

Pré-datados representam 73,28% do volume financeiro movimentado com cheques

Agencia Estado

21 de junho de 2007 | 12h50

A emissão de cheques pré-datados aumentou 2,08% em maio deste ano, na comparação com o mês anterior, segundo dados da Telecheque, empresa de concessão de crédito no varejo. De acordo com o levantamento, os cheques pré-datados representaram 73,28% do volume financeiro total movimentado com cheques em maio, ante 71,97% em abril de 2007. Em relação a maio de 2006, quando o total de emissões pré-datadas foi de 73,92%, foi registrada uma queda de 0,87%.Na avaliação do vice-presidente da Telecheque, José Antônio Praxedes Neto, o Dia das Mães puxou a alta das compras parceladas. "O crescimento do parcelamento nesta época do ano confirma a importância da data para o lojista brasileiro, considerada a segunda mais relevante, perdendo apenas para o Natal", avaliou.O Rio Grande do Norte foi o Estado que registrou o maior índice de pré-datados em maio (84,89%), com aumento de 6,65% na comparação com abril deste ano (79,60%). As outras altas mais significativas foram constatadas no Amazonas, com crescimento dos parcelamentos de 4,67%, Rio de Janeiro, com elevação de 3,53% e Alagoas, com avanço de 3,50%.Em relação a maio de 2006, a maioria dos Estados pesquisados registrou baixa das transações parceladas. Alagoas apresentou a queda mais acentuada (11,73%), seguido da Paraíba, com baixa de 8,70% e Rio Grande do Norte, com recuo de 6,95%.

Mais conteúdo sobre:
Cheques pré-datadosmaio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.