Emissão de títulos anima o mercado financeiro

A captação externa feita hoje pelo governo brasileiro, com a emissão de US$ 750 milhões em títulos, foi bem recebida pelo mercado financeiro nesta segunda-feira. Apesar de o BC não confirmar, investidores informa que a demando pelo títulos superou os US$ 2 bilhões. A emissão mostra que o ambiente lá fora está melhor para o País e poderá ajudar as empresas a obter novos empréstimos. Também ajudou o bom resultado da balança comercial e a perspectiva de a Câmara aprovar nesta terça-feira o mínimo de R$ 260.A bolsa de São Paulo chegou a subir 1,58% pela manhã, mas pressão maior das compras deu lugar às vendas e o Ibovespa encerrou o pregão em queda de 0,20%. Operadores explicaram que o exercício de opções foi o principal causador desse comportamento da bolsa hoje. O dólar comercial fechou em baixa de 0,19%, a R$ 3,134. O risco Brasil caiu 12 pontos, para 661 pontos e os C-Bond valorizaram 0,6%, para 91 centavos de dólar. Os juros futuros reduziram mais um pouco seus prêmios. O DI de janeiro, o mais negociado, fechou com taxa de 16,86%, ante 16,95% de sexta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.