seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Empregados da CSN desistem de fazer greve

Mais de 5 mil funcionários da usina presidente Vargas da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), em Volta Redonda (RJ), aprovaram a proposta feita hoje pela empresa, descartando a hipótese da paralisação que estava programada para segunda-feira.Os empregados da CSN terão reajuste de 9,55% (INPC pleno) a partir de 1º de julho e a antecipação para segunda-feira do pagamento da primeira parcela da PLR (Participação nos Lucros e Resultados) de 2002, que seria distribuída em novembro.Ao todo, 7.224 empregados participaram da votação secreta que ocorreu hoje, na praça pública Juarez Antunes, em Volta Redonda. O acordo foi assinado pela direção da CSN e pelo presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Sul Fluminense, Carlos Perrut, após a divulgação do resultado da assembléia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.