Renato Cerqueira/Futura Press
Renato Cerqueira/Futura Press

Emprego ajuda em novo recorde de 115 mil pontos da Bovespa

Esta é a terceira máxima consecutiva no fechamento do índice nesta semana

Luís Eduardo Leal, O Estado de S.Paulo

19 de dezembro de 2019 | 22h34

Impulsionada pela criação de vagas no mercado de trabalho brasileiro e pela perspectiva de um acordo preliminar entre Estados Unidos e China, o Ibovespa, principal indicador da Bolsa de Valores de São Paulo, bateu novo recorde e fechou o dia em 115.131,25 pontos, terceira máxima consecutiva no fechamento do índice nesta semana. 

No mercado financeiro, o resultado do Caged contribuiu para reforçar a percepção de retomada mais sustentada da economia. Os números também suscitaram um olhar atento para a inflação e ao movimento que o Banco Central (BC) poderá fazer, a partir de fevereiro, com os juros hoje em 4,5% ao ano. 

Fatores de risco político, como a investigação contra o senador Flávio Bolsonaro (sem partido – RJ), agora em estágio mais avançado, e a aprovação, nos EUA, do impeachment do presidente Donald Trump – ainda que apenas na Câmara, de maioria democrata – permanecem longe das preocupações do mercado, no momento

O estrategista-chefe da Levante, Rafael Bevilacqua, disse que os dados da economia apontam para um PIB mais próximo de 3% do que de 2% em 2020. Para ele, a geração de empregos não deve afetar a inflação, mesmo com a taxa de juros no mínimo histórico, já que ainda há elevada ociosidade no mercado de trabalho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.