bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Emprego com carteira assinada cresce em abril

O emprego com carteira assinada encontra-se em expansão. Em abril passado, o saldo líquido do emprego foi positivo em 175.090 postos de trabalho, contra 139.997 de abril de 2001. O saldo do mês passado é o melhor do ano, que já acumula um resultado líquido positivo de 391.591 novos postos. Nos primeiros quatro meses de 2001 a geração líquida de postos de trabalho formais beneficiou 303.520 trabalhadores. Os dados sobre o emprego foram divulgados pelo Ministério do Trabalho. De acordo com os técnicos que analisam as informações sobre movimentação de pessoal remetidas mensalmente pelas empresas, o crescimento do emprego vem se dando de forma generalizada e atinge praticamente todos os setores da economia. Os destaques em abril são para o setor de Serviços (acréscimo de 51.619 trabalhadores), Indústria de Transformação (mais 44.604 empregos) e Agricultura (incremento de 44.425 novos trabalhadores). Ainda tiveram desempenho positivo o Comércio, com mais 18.422 vagas, e a Construção Civil, onde as admissões superaram as demissões em 10.505 vagas. Em abril apenas o Serviço Industrial de Utilidade Pública sofreu queda no nível de emprego e, mesmo assim, o saldo líquido negativo foi de apenas 274.Em termos geográficos, os dados retirados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) assinalam crescimento em todas as regiões. Quanto aos Estados, o melhor desempenho foi observado em São Paulo, que respondeu pela criação de 73.923 postos de trabalho. Em seguida veio Minas Gerais (24.407), Paraná (16.312) e Rio Grande do Sul (13.097).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.