Emprego da indústria paulista sobe 0,75% em setembro

O nível de emprego da indústria paulista teve alta de 0,75% em setembro em relação a agosto, sem ajuste sazonal. Com ajuste, o resultado foi positivo em 0,56%, o que se traduziu a criação de 17 mil postos de trabalho. De janeiro a setembro, o emprego acumula alta de 8,41% no Estado de São Paulo, o que significou a criação de 175 mil vagas. Nos últimos 12 meses, o avanço foi de 4,26% (93 mil novas vagas). O resultado sem ajuste sazonal foi o melhor entre os meses de setembro desde 2003. Em 2006, o crescimento foi de 0,30%; em 2005 de 0,53%; em 2004 de 0,69% e em 2003, 0,12%. Desde janeiro, o nível de emprego não apresentou queda em nenhum mês até agora. Dos 21 setores analisados pela Fiesp, 18 tiveram resultado líquido positivo em setembro, dois mostraram redução e um manteve o nível de emprego estável. Os principais destaques positivos foram os segmentos de máquinas para escritório e equipamento de informática (6,03%), equipamentos médico hospitalares (2,20%) e material eletrônico e equipamentos de comunicação (1,73%). Os setores que tiveram desempenho negativo foram coque, refino e petróleo, combustíveis nucleares e álcool (-0,23%) e fabricação de outros equipamentos de transporte (-0,49%). No entanto, no acumulado do ano, esses segmentos apresentaram expansão no emprego de 42,58% e 23,77%, respectivamente e no período de em 12 meses, o crescimento é de 6,53% e 30,21%, respectivamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.