Emprego industrial cai na comparação com ano passado

O emprego industrial cresceu 0,2% em janeiro ante dezembro, na série com ajuste sazonal, segundo divulgou hoje o IBGE. Em dezembro de 2003, havia sido registrada queda de 0,6%. Houve permanência, entretanto, da tendência de queda na comparação com janeiro do ano passado (-1,7%) e nos últimos 12 meses (-0,7%). Segundo o IBGE, "o resultado de janeiro ante dezembro não reverte a trajetória de declínio no índice de média móvel trimestral, que mostra perda de 0,1% entre o trimestre encerrado em dezembro e o encerrado em janeiro". Renda O rendimento dos trabalhadores da indústria cresceu em janeiro. Segundo o IBGE, a folha de pagamento real teve aumento de 7,7% na comparação com janeiro de 2003 e teve crescimento de 10,7% ante dezembro. O economista André Macedo, da coordenação de indústria, explicou que os crescimentos se devem à transferência de benefícios normalmente pagos em dezembro para janeiro deste ano, como participação nos resultados e bônus, em algumas empresas. Outro motivo apontado é que a inflação foi bem mais baixa em janeiro deste ano do que em janeiro do ano passado, favorecendo o resultado positivo nessa base de comparação. Já no indicador acumulado nos últimos 12 meses, houve queda na folha de pagamento real (-3,1%), embora menos intensa que a apontada em dezembro de 2003 (-4,3%). Outro resultado que mostra recuperação da renda na indústria em janeiro é o índice de média móvel trimestral, considerado o principal indicador de tendência, que cresceu 3,3% entre o trimestre encerrado em dezembro de 2003 e o encerrado em janeiro de 2004. "Deste modo, altera-se a tendência de estabilidade apontada até dezembro passado" na folha de pagamento real, segundo o IBGE.

Agencia Estado,

16 Março 2004 | 10h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.