Emprego industrial cresceu 0,6% em setembro

O emprego industrial cresceu 0,6% em setembro ante agosto, na série livre de influências sazonais, segundo divulgou o IBGE. A pequena expansão reverte uma queda de 0,2% registrada em agosto ante julho. Na comparação com setembro de 2004, não houve variação (0,0%) no emprego da indústria. Segundo o documento de divulgação do IBGE, com o aumento em setembro ante agosto a tendência do emprego industrial voltou a ser positiva, já que o trimestre encerrado em setembro registrou crescimento de 0,2% ante o terminado em agosto. O número de ocupados na indústria cresceu 1,7% no acumulado do ano até setembro e 2,3% em 12 meses. Houve expansão de 0,4% no número de pessoas ocupadas no terceiro trimestre, em relação a igual período de 2004, mas queda de 0,3% em relação ao segundo trimestre, na série ajustada sazonalmente. Folha de pagamento O valor real da folha de pagamento dos trabalhadores da indústria recuou 1,3% em setembro ante agosto, na série livre de influências sazonais. A queda reverte o crescimento nessa base de comparação registrado entre julho e agosto (1,9%). Mas, segundo o documento de divulgação da pesquisa, "mesmo com a queda deste mês, o indicador de média móvel trimestral permaneceu estável entre os trimestres encerrados em agosto e setembro (0,1%)". Nos demais indicadores, os resultados da folha continuaram positivos: 3,7% em relação a setembro de 2004; e 4,0% no acumulado no ano e 5,5% em 12 meses. O número de horas pagas cresceu 0,2% em setembro ante agosto, descontados os efeitos sazonais. Apesar do resultado positivo, o indicador de média móvel trimestral mostrou queda de 0,2% nas horas pagas no trimestre encerrado em setembro ante o terminado em agosto. Na comparação com setembro do ano passado, o número de horas pagas caiu 0,9%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.