coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Emprego industrial volta a cair em janeiro

O emprego industrial no País caiu pelo terceiro mês consecutivo em janeiro, com redução de 0,2% ante dezembro, segundo divulgou o IBGE. Na comparação com janeiro do ano passado, a redução atingiu 1,8%. De acordo com a pesquisa de emprego e salário na indústria, entre outubro e janeiro houve um corte de 2,1% no total de postos de trabalho no setor industrial. Entre dezembro e janeiro houve redução em nove dos 18 ramos industriais pesquisados, com destaque para de máquinas e aparelhos elétro-eletrônicos e de comunicações (-1,9%, exercendo a maior pressão sobre o índice global), alimentos e bebidas (-0,5%) e calçados e couros (-1,3%).Na comparação com janeiro de 2001, houve queda em 14 dos 18 ramos, especialmente nos segmentos de madeira (-11,7%), máquinas e aparelhos elétro-eletrônicos e de comunicações (-7,0%) e máquinas e equipamentos, exclusive elétro-eletrônicos e de comunicações (-3,4%).Folha de pagamentoRio de Janeiro - Em janeiro, o valor da folha de pagamento do setor industrial caiu, em termos reais, tanto na comparação com dezembro (-23,2%) como no confronto em relação a janeiro do ano passado (-2,0%), segundo divulgou o IBGE. Os resultados da folha média de pagamento também foram negativos, sendo de -23,0% entre dezembro e janeiro e de -0,2% em relação a janeiro de 2001.Os técnicos do IBGE alertaram para o efeito base de comparação de dezembro, quando há "significativa influência" do pagamento da segunda parcela do 13º salário. No que diz respeito ao número de horas pagas, houve redução de 1,7% na comparação com o mês anterior e de 2,7% ante janeiro do ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.