Kiyoshi Ota/Reuters
Kiyoshi Ota/Reuters

Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Emprego na indústria cai 0,4% em agosto ante julho e tem 19ª queda consecutiva

Número atingiu o menor patamar desde novembro de 2004, de acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI)

Anne Warth, O Estado de S.Paulo

06 de outubro de 2016 | 12h13

BRASÍLIA - O emprego na indústria caiu pelo 19º mês consecutivo e atingiu o menor patamar desde novembro de 2004, de acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI). O emprego caiu 0,4% em agosto ante julho, com ajuste, e recuou 6,8% na comparação com agosto do ano passado, conforme dados da pesquisa Indicadores Industriais da entidade. No acumulado do ano, o emprego registra queda de 8,7%.

Segundo a pesquisa, praticamente todos os indicadores de atividade industrial registraram queda em agosto, exceto a utilização da capacidade instalada. Na avaliação da CNI, a retração do emprego mostra que a indústria continua em ciclo recessivo.

O faturamento real caiu 3,9% ante julho, com ajuste, e 12% na comparação com agosto de 2015. No acumulado do ano, o faturamento registra queda de 12,1%. A utilização da capacidade instalada (UCI) ficou em 77,1%, ante 76,8% em julho e 77,9% em agosto de 2015, conforme os dados dessazonalizados.

As horas trabalhadas registraram recuo de 3,2% ante julho, com ajuste, e de 5,4% na comparação com agosto do ano passado. No acumulado do ano, houve queda de 8,8%. 

A massa salarial real teve queda de 0,6% ante julho, com ajuste, e de 8,6% ante agosto de 2015. No acumulado do ano, houve recuo de 9,7%. 

O rendimento médio real teve queda de 0,3% na comparação com julho, com ajuste, e de 1,9% na comparação com agosto. No acumulado do ano, houve recuo de 1,1%. 

Tudo o que sabemos sobre:
Confederação Nacional da Indústria

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.