Emprego na indústria cai 0,6% em junho

Em junho, o emprego industrial apresentou queda de 0,6% em relação a maio, na série livre de influências sazonais, segundo divulgou o IBGE. Os demais indicadores permaneceram positivos: 1,3% no índice mensal (junho de 2005 contra junho de 2004, completando 16 meses consecutivos de alta nesse indicador); 2,3% no acumulado no primeiro semestre e 2,9% no acumulado nos últimos 12 meses. Segundo o documento de divulgação da taxa, a trajetória apontada pelo gráfico de média móvel trimestral não se alterou, já que a variação entre os trimestres encerrados em maio e o terminado em junho foi nula.A comparação do segundo trimestre de 2005 com o trimestre imediatamente anterior mostrou aumento de 0,2% no nível de emprego, revertendo queda de 0,3% assinalada entre o último trimestre de 2004 e o primeiro trimestre deste ano. Folha de pagamentoO valor real da folha de pagamento apresentou queda de 2,4% em junho ante maio, já descontadas as influências sazonais, segundo divulgou o IBGE. A tendência de queda no rendimento real do setor foi observada no indicador de média móvel trimestral, com queda de 1% no trimestre encerrado em junho ante o terminado em maio e, ainda, na comparação do segundo trimestre ante o primeiro trimestre deste ano, com recuo de 1,1% na renda. Nas comparações com iguais períodos do ano anterior houve crescimento no valor real da folha de pagamento em todos os confrontos: 3,3% em relação a junho de 2004; 4,4% no segundo trimestre de 2005 contra igual período do ano anterior; 4,2% no acumulado do primeiro semestre do ano e 6,9% nos últimos 12 meses.

Agencia Estado,

16 de agosto de 2005 | 10h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.