finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Emprego na indústria caiu 0,1% em agosto; rendimento médio cresceu

O emprego na indústria teve queda de 0,1% em agosto na comparação com julho. A informação é do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que anunciou hoje a Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário (Pimes). Na comparação com agosto de 2005, o emprego na indústria subiu 0,2%.Nas taxas acumuladas do ano, o emprego industrial acumulou queda de 0,4%, tanto no acumulado do ano até agosto deste ano quanto no acumulado em 12 meses até agosto.A folha de pagamento real, ou rendimento médio na indústria, segundo o IBGE, cresceu em todas as comparações: 1,1% em agosto deste ano sobre julho, 0,8% em agosto na comparação com agosto de 2005, 0,7% no acumulado no ano até agosto, e 1,2% no acumulado nos últimos 12 meses até agosto.Em agosto, o número de horas pagas na indústria subiu 0,3% ante julho deste ano, "mas ficou estável na comparação com agosto de 2005 (0,1%) e negativo no acumulado do ano e dos últimos 12 meses (-0,1% e -0,2%, respectivamente)", de acordo com comunicado do IBGE.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.