Emprego na indústria paulista tem melhor agosto em 10 anos

O aumento de 0,28% no emprego industrial paulista foi o melhor resultado para um mês de agosto desde 1994, segundo a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo. Nesses dez anos, só houve saldo positivo de empregos em agosto de 2001 (0,11%). Apesar do recorde, o crescimento desacelerou em relação ao mês anterior. Em julho, o emprego havia crescido 0,76% sobre junho. A queda do desemprego ocorre desde maio. "A alta de junho e julho foi surpreendente, por isso, a desaceleração de agosto é natural", disse o diretor da entidade, Claudio Vaz.Na avaliação do empresário, o crescimento do emprego deve retomar o fôlego em setembro e outubro, por causa do aumento da produção para o fim do ano, mas novas demissões estão previstas para novembro e dezembro, como acontece todo final de ano.A Fiesp projeta para o ano uma alta entre 4% e 4,5% no emprego industrial, o que significa a criação de entre 65 mil e 70 mil vagas. De janeiro a agosto, o emprego teve alta de 3,01% sobre o mesmo período do ano passado. Na comparação com agosto de 2003, a alta foi de 3,36%.Os números de agosto mostram também que o aumento do emprego está mais distribuído entre os vários setores da economia, o que prova a retomada do mercado interno. No mês passado, 32 setores contrataram, três mantiveram o emprego e 12 demitiram.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.