Emprego no comércio sobe 4,74% no Grande Rio

No mês de junho, a oferta de empregos nas áreas do comércio de bens e serviços e da construção civil na Região Metropolitana do Rio de Janeiro aumentou 4,74%, em relação ao mês anterior, de acordo com nota divulgada hoje pelo Instituto Fecomércio-RJ. No período pesquisado, foram abertas 10.871 vagas para 423 diferentes cargos, contra 10.379 vagas para 440 cargos verificadas em maio. Na comparação com junho de 2001, quando foram oferecidos 7.228 empregos, a quantidade subiu ainda mais expressivamente: 50,40%. "Em junho do ano passado, o País passava pela crise de energia, que levou as empresas a reduzirem investimentos. Em conseqüência, a oferta de empregos foi reduzida", explicou o diretor do Instituto Fecomércio-RJ, Luiz Roberto Cunha.Em junho deste ano, a maior quantidade de empregos foi oferecida para o cargo de operador de telemarketing (2.117 vagas ou 19,47% do total), seguido de vendedor (1.316 vagas ou 12,11%), pintor (348 vagas ou 3,20%), corretor de imóveis (278 vagas ou 2,56%), cabeleireiro (275 ofertas ou 2,53%), manicure (268 ofertas ou 2,47%) e pedreiro (251 ofertas ou 2,31%).

Agencia Estado,

11 de julho de 2002 | 15h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.