Empresa admite ter gravado e-mails e senhas

O Google reconheceu que uma frota de carros equipada com equipamentos de comunicação sem fio, que tirava fotos para o serviço Street View, gravou inadvertidamente e-mails e senhas de usuários de computadores em vários países. A empresa informou que está mudando suas práticas de privacidade e que quer apagar os dados o mais rápido possível.

REUTERS, O Estado de S.Paulo

23 de outubro de 2010 | 00h00

Em maio, a empresa havia anunciado que gravara dados de usuários por engano, mas que eram somente "fragmentos", porque os carros estavam sempre em movimento.

Desde então, reguladores em vários dos mais de 30 países em que os carros operaram analisaram os dados. "Ficou claro, a partir dessas inspeções, que, apesar de a maioria dos dados ser fragmentárias, em alguns casos e-mails inteiros e endereços foram capturados, além de senhas", disse Alan Eustace, vice-presidente do Google, no blog da empresa.

Os carros do Street View cruzaram o globo tirando fotos panorâmicas das ruas das cidades. Eles também captaram dados de redes Wi-Fi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.