Empresa ainda não entregou documento para licença de Angra

Segundo ministro do Meio Ambiente, licença para obras ainda não saiu por falta de documento da Eletronuclear

Leonardo Goy, da Agência Estado,

28 de agosto de 2008 | 17h59

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, disse nesta quinta-feira, 28, que a licença de instalação da usina nuclear de Angra 3, no Rio de Janeiro, ainda não foi liberada porque a Eletronuclear, estatal responsável pela obra, ainda não entregou ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) a documentação necessária para a emissão do documento. "Essa bola está com eles. Eles ainda não apresentaram o que foi solicitado", disse Minc, que participou da cerimônia de posse no novo ministro da Cultura, Juca Ferreira. Veja também:Obras de Angra 3 não começam mais no dia 1º, diz Lobão A Eletronuclear precisa da licença de instalação para poder iniciar as obras. Mais cedo, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, admitiu que a construção da usina não começará no dia 1º de setembro, como ele próprio havia previsto. Minc também afirmou que "em breve" a área ambiental do governo concluirá a análise dos impactos ao meio ambiente e da proposta do consórcio Energia Sustentável do Brasil de alterar em nove quilômetros o local de construção da usina de Jirau, no Rio Madeira (RO). O consórcio, liderado pela Suez, venceu o leilão de Jirau e, após a vitória, anunciou a mudança no projeto, o que vem sendo questionado pelo consórcio derrotado na disputa liderado por Furnas e Odebrecht.

Tudo o que sabemos sobre:
Energia NuclearAngra 3Carlos Minc

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.